Regulamentos FEI 2018 | Confira algumas mudanças



A Federação Equestre Internacional (FEI) divulgou recentemente um memorando com as modificações realizadas em seus Regulamentos de Salto e Veterinário para o ano de 2018.

Por exemplo, a discutida "regra do sangue" foi abrandada no sentido de que sangue nos flancos ou boca do animal não resulta mais em desqualificação, mas em eliminação. No entanto, marcas que resultem do uso excessivo de esporas e chicotes são consideradas abuso e penalizadas com a desqualificação. A desqualificação retira os resultados do conjunto de todo o concurso, ao passo que a eliminação refere-se apenas ao resultado da prova em questão.

 

Também estão proibidos de agora em diante o uso de fones em ambos os ouvidos durante eventos da FEI, sendo permitido o uso em apenas um dos ouvidos enquanto a pessoa estiver montada.

 Em relação a tratamentos veterinários, o destaque fica para a proibição de qualquer substância injetável antes das competições em cavalos que vão competir naquele mesmo dia. A exceção fica para animais competindo em provas começando à partir das 18h00. Também fica restrita a administração de vacinas aos animais durante os eventos.

 

A FEI também publicou esclarecimentos relacionados à Terapias de Apoio, classificando-as em Restritas e Não Restritas. As Terapias Restritas só poderão ser aplicadas por pessoal treinado e cadastrado pela FEI, que encaminhará às Confederações instruções referentes ao treinamento e cadastramento dos terapeutas. Caberá aos comissários inspecionar as IDs e os tratamentos ministrados pelos terapeutas cadastrados. Entre as Terapias Restritas estão: acunpuntura, ultrassom, fisioterapias, osteopatia, quiropraxia, entre outras. Està proibido em eventos da FEI o uso de acunpuntura elétrica e com moxabustão, crioterapia e shock wave, entre outras técnicas.

 

Clique abaixo para conferir os Regulamentos completos, em inglês:

 

Regulamento de Salto FEI 2018

 

Regulamento Veterinário FEI 2018

 

FPH com info World of Showjumping e FEI